Dezembro 2012

Sábado, 15

21h00

Apresentação do livro de Américo Rodrigues

por Manuel Poppe

Leituras e música por José Neves, José Tavares e Rogério Pires

Organização: Associação Luzlinar e Bosq-íman:os Records
Apoio: Biblioteca Municipal Eduardo Lourenço, Teatro Municipal da Guarda e Livraria “Fabula Urbis”

AMÉRICO RODRIGUES é licenciado em Língua e Cultura Portuguesa (ramo científico) pela Universidade da Beira Interior e Mestre em Ciências da Fala pela Universidade de Aveiro. Foi animador cultural na Casa de Cultura da Juventude da Guarda/FAOJ (desde 1979 até 1989) e na Câmara Municipal da Guarda (desde 1989), onde coordenou o Núcleo de Animação Cultural. É, actualmente, Director do Teatro Municipal da Guarda.
É autor de “Na nuca”(1982), ”Lá fora: o segredo” (1986) “A estreia de outro gesto” (1989), “Património de afectos” (1995), “Vir ao nascedoiro e outras histórias (1996), “Instante exacto” (1997), “Despertar do funâmbulo” (2002), “O mundo dos outros”(2000), ”Até o anjo é da Guarda” (2000),“Panfleto contra a Guarda” (2002), “Uma pedra na mão” (2002), “Obra  completa – revista e aumentada” (2002), “Língua de trapo”, “O mal – a incrível estória do homem-macaco-português” (2003), “A tremenda importância do kazoo na evolução da consciência humana” (2003), “O capador Do Toito” (2003), ”Escatologia” (2003), “Os nomes da terra” (2003), “A fábrica de sais de rádio do Barracão (2005),  “Aorta Tocante” (2005), “O céu da boca” (2008), “escrevo risco” (2009), “Cicatriz:ando” (2009) e “Acidente Poético Fatal” (2011), entre outras obras.
Foi coordenador dos cadernos de poesia “Aquilo”, do boletim/revista “Oppidana”, da revista cultural “Praça Velha” e da colecção de cadernos “O fio da memória”.
Foi colunista de vários jornais. Foi-lhe atribuído o Prémio Gazeta de Jornalismo Regional e o Prémio Nacional de Jornalismo Regional. Foi-lhe atribuída a Medalha de Mérito Cultural pelo Ministério da Cultura.
É também actor, encenador e performer vocal.

AGENDA