Fevereiro 2017

Sábado, 11, 18h00

apresentação do livro

Bairro

de

Luís Paulo Meireles

No caderno de poemas bairro, Luís Meireles faz uma evocação do passado, revelando as lembranças de um tempo que se foi.
O cenário escolhido pelo poeta para criação deste caderno é o bairro da Ajuda, onde residem as suas “marcas da infância”.  Pode-se dizer que, ao recordar, Meireles se reconstrói continuamente como ser poético, pois os textos de sua memória envolvem os seus dados biográficos e seus versos tornam-se meias-confissões, instaurando, dessa forma, uma raia oscilante entre o eu lírico e o eu biográfico.
Luís Meireles apresenta uma poesia que vê nas lembranças a garantia da continuidade entre passado e presente, “sempre a subir/até ao alto da ajuda”. Em suma, bairro é um caderno de poemas que exprime intensamente o desejo do autor de voltar no tempo, o tempo que muda inevitavelmente o sentido das coisas

AGENDA