Março 2010

QUINTA-FEIRA, 11

21h30

ARMANDINA MAIA

apresenta o livro de

LAUREN MENDINUETA

La vocación suspendida (Ed. Travesias)

LAUREN MENDINUETA (Barranquilla, Colombia,1977)


Começou e a escrever poesia quando trabalhava como bibliotecária em Fundación, uma pequena aldeia colombiana.
Desde então, tem-se dedicado à realização de workshops de promoção e e criação literária para crianças e jovens.
Publicou seis livros de poesia e uma biografia de Marie Curie. A Universidade Externado de Colombia publicou uma antologia da sua obra, Poesía en sí misma, em  2007.
O seu último livro, La vocación suspendida (2008) recebeu, em Espanha, o VI Premio Internacional de Poesía Martín García Ramos.
Em 2005 viveu no México com uma bolsa de residência artística concedida pelo Ministério da Cultura da Colombia e do Fondo Para la Cultura y las Artes de México (FONCA).
É frequentemente convidada para festivais e encontros literários na América e na Europa. A sua poesia está traduzida em inglês, italiano, russo, alemão e francês, e incluída em diversas antologias.
Actualmente vive en Lisboa

Prémios
• Premio Departamental de Poesía, Ministerio de Cultura de Colombia, 1998, por Carta desde la aldea.
• Menção especial, Premio Nacional de Poesía Antonio Llanos, 2000. Por Autobiografía Ampliada.
• Premio Nacional de Poesía Universidad Metropolitana, 2000. Por Autobiografía Ampliada.
• Premio Festival Internacional de Poesía en Medellín, 2000. Por Autobiografía ampliada.
• Medalha “Mujer destacada en letras”, Universidad del Atlántico, 2000, como  eeconhecimento do seu trabalho cultura.
• Bolsa de Residencia Artística con el exterior Colombia-México, 2004, com o projecto de livro “En el grabado del tiempo”. Ministerio de Cultura de Colombia y Fondo Nacional para la Cultura y las Artes de México (FONCA).
• Prémio Internacional de Poesía Martín García Ramos, Almería, España, 2007. Por La vocación suspendida.

Publicações

Livros
Carta desde la aldea (poesía), La Dádiva Editores, Barranquilla, Colombia, 1998.
• Inventario de ciudad, prólogo de Álvaro Mutis, Golem Editores, Barranquilla, Colombia, 1999.
• Donde se escoge el pasado (poesía), La Dádiva Editores. Primera edición mayo de 2004, segunda edición enero de 2005.
Marie Curie, dos veces Nobel (biografía) Panamericana, Bogotá, Colombia, 2004.
• Autobiografía ampliada (poesía), Ediciones casatomada, Palma de Mallorca, España, 2006. Segunda edición Editorial Salida de Emergencia, México, 2006.
Poesía en sí misma (poesía), selección de Antonio Sarabia, Universidad Externado de Colombia, Revista El Malpensante, Bogotá, 2007.
La vocación suspendida (poesía), prólogo de Jon Juaristi, Point de Lunettes, Sevilla, España, 2008. Segunda edición, Editorial Travesias, Ministerio de Cultura, Barranquilla, Colombia 2009, prólogo de William Ospina.

Antologias
• Am fang war der laut, antologia, em alemão, de poesia contemporânea. Introdução e seleção de Ilma Rakusa. Steiresch Herbest, Graz, Austria 2001.
• Antología I festival Internacional de Poesía de El Salvador, CONCULTURA, San Salvador, 2002.
• Por los verdes, por los bellos países, antología de poesía colombiana. Introducción y notas de Adriana Gómez Arbeláez,  Reymel Serrano y Mario Jurisich.    Ministerio de Cultura de Colombia, Bogotá, 2002.
• Antología II festival Internacional de Poesía de El Salvador, CONCULTURA, San Salvador, 2003.
• Trilogía poética de las mujeres en Hispanoamérica, ocho siglos de poesía. Selección de Leticia Luna, Universidad Autónoma de México (UNAM) y Fondo     para la cultura y las Artes  de México (FONCA), México D.F., 2004.
• Lirik Zwischen Zwei Welten (Poesia entre dois mundos), antologia bilingue de autores latino-americanos, Austria. Prólogo de Gerhard Kofler, seleção de Wolfgang Ratz. Edition Doppelpunk, Viena, Austria, 2004.
• El vértigo de los aires, poesía latinoamericana (1974-1985), selección Iván Cruz Osorio, prólogo Héctor Carreto. Asociación de Escritores de México A.C., México D.F, 2007.
• Una gravedad alegre, antología de poesía latinoamericana al siglo XXI. Selección y prólogo de Armando Romero. Editorial Difácil, Valladolid, España, 2007.
Poetas Hacia El Salvador, antología bilingue español-francés, San Salvador, El Salvador, 2008.
• Al filo del gozo, editorial Viento al Hombro. Selección de  Marisa Trejos S y Socorro Trejos S, México, 2008.
• La mujer rota, homenaje a Simone de Beauvoir, Literalia Editores, Guadalajara, México 2008.
• Antología Nuevos Poetas Colombianos. Universidad de Monterrey, México. Prólogo de Juan Manuel Roca. Selección de Iván Trejos. 2009.

ARMANDINA MAIA  (Porto,1950).

 

Mestre em Cultura Portuguesa pela Universidade Nova de Lisboa, em 1971 interrompeu o Curso na Universidade de Coimbra, exilando-se na Suécia.
Dezassete anos mais tarde, em 1988, parte para Itália, onde se fixa ao longo de quase 9 anos, até 1997. Em Milão, funda a Associação Lusitalia, através da qual dá a conhecer escritores portugueses e lusófonos: Teolinda Gersão, Ana Hatherley, Isabel Barreno, Nuno Júdice, Álvaro Guerra, Orlanda Amarílis e Manuel Lopes, entre outros.
Integra a equipa do Instituto Camões, em 1988, como Directora da Acção Cultural Externa até 2003. De todas as áreas por que foi responsável, merecem ser assinalados alguns projectos que concebeu e dinamizou entre 1998 e 2002: Língua portuguesa, um oceano de culturas, Expo 98; Encontro de Literaturas Ibero-Americanas, Porto, 1998; Literaturas Ibero-Americanas – Espaços de Convergência, Vigo, 1998; José Saramago no Mundo - Cdrom e exposição; Abrir Abril, o chegar da liberdade, exposição e vídeo, 1999; Criação das edições próprias do Instituto Camões: colecção Lusófona, Insularidades, Diáspora e Lazúli (edição luso-árabe); Vídeo: Cabo Verde Insularidades, Em nome do Espírito; Doze nomes para conhecer melhor a cultura Portuguesa - calendário; A língua, a palavra, o poema - agenda anual em versão oficial e jovem, com um poema diário.

Obras publicadas:

No âmbito cultural:
Guia Touring Club sobre Portugal (temas relativos à arte, literatura, cinema, teatro, arquitectura espontânea e tradições populares), Milão, 1992. Nova Edição actualizada em 1995.
Dizionario per lmmagini, Dicionário visual de imagens italiano-português, Garzanti Editori, Milão, Março de 1995
Mini Parlo Portoghese, manual de conversação, Garzanti Editori, Milão, Junho de 1995
Publicações literárias e outras
20 Anos de Literatura Portuguesa em Itália - recolha, divulgação e publicação de obras de autores portugueses traduzidos em Itália, Milão, 1994.
Da outra margem, antologia de poesia portuguesa da diáspora, (concepção, coordenação e prefácio), Instituto Camões, 2ª edição, 2000
Dedicadamente sua, Porto, Campo das Letras, 2000
O Testamento dos Vivos, (em preparação)

Prefácios e apresentações de obras:
“Entre a errância e a(s) origens”, prefácio a A Caminho da luz, catálogo de pintura de Ferreira Pinto, Ponta Delgada, 1999
“Oceanites erraticus, uma trajectória da memória”, prefácio ao catálogo de exposição Pangeia, edição Comissão dos Descobrimentos, Lisboa, 2000
“Pretexto para um olhar sobre Londres”, prefácio a Wandering about the city, Lisboa, fotografia de Valter Vinagre, 2000
“Sopros de ser ou um itinerário da consciência”, Lisboa, prefácio a Tempo no Tempo, Lisboa, 2001
“Cicatrizes do olhar”, prefácio a Carta do Sentir, catálogo de fotografia de Valter Vinagre, Lisboa, Outubro 2001
“O mundo dos àpartes de Mário Jorge Branquinho, uma voz que encurta a distância”, prefácio a O mundo dos àpartes, Seia, 2001
“Três vozes para uma personagem”, apresentação da obra Trilogia do assombro de Helena Jobim (Brasil), Lisboa, Junho, 2002
“Minha querida televisão”, apresentação da obra de Tiago Torres da Silva, Lisboa, 2002
“Ivo Machado, com flores no olhar”, apresentação de Adágio de Bem –querenças, Lisboa, 2002
“Um mar de poetas num cais à nossa espera”, prefácio à II Colectânea de Poesia, Concurso promovido pela Câmara Municipal de Ovar, Junho 2003

Trabalhos publicados

No âmbito académico:
"Stregoneria e lnquisizione nel Memoriale - una storia al feminile", Actas de Viaggio Intorno al Convento di Mafra, Milão, 1990
“Blimunda, o Orfeo no Feminino ou Passagem de Blimunda por Itália" in nº 3 de Camões – Revista de Letras e Culturas Lusófonas, Lisboa, 1998
“Algumas reflexões sobre as identidades insulares”, Portos, Escalas e Ilhéus,  na Relação entre o Oriente e o Ocidente, Ponta Delgada, Abril, 1999
“Pátria, uma trajectória de deriva”, 6º Congresso da Associação Internacional Lusitanistas, Rio de Janeiro, Julho, 1999
“Das rosas da China aos bicos de lacre”,  Revista Mealibra nº 5, Centro Cultural do Alto Minho, Viana do Castelo, Junho, 2000
“Ser português em tempo de guerra”, Actas do Colóquio sobre a Guerra Colonial, Lisboa, 2000
“Um voo entre ilhas: a audácia de conquistar um espaço”, Revista Mealibra nº 6, Centro Cultural do Alto Minho, Viana do Castelo, Junho, 2000
“Vergílio Vieira, um cristal com veios de água”, Revista Mealibra nº 8, Centro Cultural do Alto Minho, Viana do Castelo, Junho, 2001

No âmbito das Literaturas africanas:
“Manuel Lopes – Entre a Terra e o Mar"” in Actas de Nacionalismo e Regionalismo II Simpósio Luso- Afro- Brasileiro, Lisboa , 1994.
“Emergência da Consciência Nacional na revista Claridade”, Actas de  Coscienza nazionale nelle Letterature Africane di Lingua Portoghese, Bulzoni Editore, Roma, 1995
“Ilhéu dos Pássaros - Uma memória no futuro” – Tradizione, Innovazione, Modelli, scrittura femminile del mondo iberico e americano, Bulzoni Editore, Roma, 1996
“Literatura Caboverdiana: entre o ser e o estar”, Actas do Congresso de Lusitanistas, Oxford, 1996
“Orlanda Amarílis: Sem Sombra de Pecado”, A situação da mulher escritora em África e na América Latina, Universidade Católica de Lisboa, 1998
“Os dois irmãos, ou o preço do regresso”, Revista Mealibra nº 7, Centro Cultural do Alto Minho, Viana do Castelo, Fevereiro de 2001
“Manuel Lopes, o eu e seu duplo”, Manuel Lopes Rotas da Vida e da Escrita, Lisboa, Instituto Camões, Dezembro 2001
“Luís Morais, a voz que já não canta”, Jornal de Letras, Dezembro, 2002

No âmbito cultural
“La Questione dei valori: Portogallo e la lusofonia”, Macerata, Itália, Agosto 1997
“Cesária, a voz”, Jornal de Letras, Lisboa, 1998
“Co-incidências no ensino da literatura”, Revista Incidências, Universidade Nova de Lisboa, 1999
“Amália Rodrigues, o lugar  da alma”, Jornal de Letras, Lisboa, 1999
“Viva a Rua, gente feliz sem lágrimas”, Festival da Cidade, Évora 2000
“Portugal em Genebra: entre O Rosto Europeu e a Luz Atlântica”, Revista Pessoas nº 2, Genebra, Junho, 2001
“Portugueses na Suíça: morrer numa língua estrangeira”, Revista Pessoas nº 3, Genebra, Setembro, 2001
“Do nervo óptico ao fundo do vulcão”, Revista Mealibra nº 9, Centro Cultural do Alto Minho, Dezembro 2001
“Coro Infantil Lusófono, os meninos à volta da fogueira”, Trofa, Câmara Municipal da Trofa, Dezembro 2001
“De ilha para ilha, à procura dos (es)paços reencontrados”, Correntes da Escrita, Póvoa do Varzim, Fevereiro de 2002
“Camões e a humana proporção”, Jornal de Letras, Lisboa, 2002
“Lar em trânsito, Capital do Nada em Marvila”, edição Extramuros, associação cultural para a cidade, Lisboa, Maio 2002
“Tolerância Zero”, (prolongamento da escolaridade obrigatória), Jornal de Letras, Lisboa, 2005
“Pessoal e Transmissível”, Jornal de Letras, 2005 (introdução da Língua inglesa nos primeiros anos do  ensino básico).
“Camões e a humana proporção”, Jornal de Letras, Lisboa, 2002

No âmbito da cooperação e multiculturalidade:
 “Multicultural Societies: a place for identity”, Internacional Conference, Centre for Racism, Culture and Education, Leeds Metropolitan University, Dezembro de 1997.
“Dez Passos em volta das Pontes Lusófonas”, Nº 1 de Camões – Revista de Letras e Culturas Lusófonas, Lisboa, Abril-Junho, 1998
“Os valores da diáspora ou o preço do regresso” Congresso dos Quadros da Diáspora, Mindelo, Cabo Verde, 1998
“Novos (es)paços em volta das Pontes Lusófonas”, nº 6 de Camões – Revista de Letras e Culturas Lusófonas, Lisboa, Julho-Setembro, 1999
“Re-inventing Europe”, Wilton Park Conference Europe: the Cultural Dimension, Setembro 2000
“Pontes Lusófonas III, uma geografia de afectos”, nº 11, de Camões- Revista de Letras e Culturas Lusófonas, Lisboa, Outubro-Dezembro, 2000
“A magia do conhecimento ou o conhecimento da magia”, A Língua Outra, Homenagem a Luciana Stegagno Picchio, Lisboa, Instituto Camões, Outubro 2001
“Retrato de família ou uma descoberta das américas”, O Milénio, Portuguese-Canadian Newspaper, Novembro, 2001

AGENDA