Abril 2010

MANÉ DO CAFÉ

Pintura

LISBOA EM CAFÉ

 

Inaugura Quinta-feira, dia 1, às 19h00

até 30 de Abril

MANÉ DO CAFÉ (Jorge Carlos Amaral de Oliveira, Rio de Janeiro, 1952)

Despertou para as artes no Estado do Acre, na Amazónia Brasileira, o que o levou a abandonar o curso superior de Geografia para, a tempo integral, lançar mão das mais variadas formas de expressão artística e, através delas, gritar a sua indignação contra as injustiças para com as gentes e as matas do Acre. Ao profissionalizar-se nas artes cénicas, adoptou o pseudónimo de João Maiara e, em 1995, por sugestão do pintor Zé Cordeiro, passou a assinar os seus desenhos como Mané do Café. Fez de tudo nas artes e ainda foi jornalista, professor e animador cultural

UM CIDADÃO LISBIANO

Depois de vinte anos a viver desta cidade. Num escambo justo. Dez deles, directamente das suas ruas. Já sou dela, cidadão. Se digo alfacinha, não o posso ser de gema. E eu me quero todo. Lisboeta ou lisbonense acho feio. Olissipólico ou coisa assim, um pouco complicado. Pois que seja de Lísbia. Tão feminina. Ela mulher, eu lisbiano.

 
Ora pois, sou português
Também sou português
Sem contar do bisavô
E da Língua Materna
Sou português do passado
Das coisas que me cercam
Da rua Cascais, na Penha Circular
Da praça Antero de Quental, no Leblon
Do Calouste Gulbenkien, na Praça Onze
Sou português das piadas… de português
Dos portugas das quitandas
Às dúzias por freguesia
Sou mais português
Que “seu” Manel motorista
Que torcia pelo Flamengo
Eu sou do Vasco da Gama
Mesmo usando o Tu erroneamente
E o Você sem cerimónia
Ainda assim, sou português
Não do o, pá! mas do ôpa!
Mulatas
Do Conto da Carochinha
De Camões, José Régio e Pessoa
Bocage, nem se fala
De Nara Leão cantando Grândola
Do bacalhau, só na Semana Santa
Do azeite, contado em gotas
E, do vinho, de ouvir falar
Não português trampolim europeu
Mas dos amigos
Tantos como tanto é o mar
Assim como acreano, suíço, africano
Chaplinianamente, do mundo, cidadão
Assim como brasileiro
Sou português do coração.

---------------------------------------------------------- Mané do Café

 

exposições..